O processo criativo da encenação "Brosogó, Militão e o Diabo": Uma proposta de metodologia do ensino de teatro para a criação de montagem cênica com discentes

Carlos Alberto Ferreira da Silva

Resumo


Este texto busca compreender o processo criativo como uma metodologia do ensino de teatro, pois inúmeras metodologias se somam durante uma montagem cênica, como os jogos teatrais, os jogos dramáticos, a improvisação. Dessa forma, a proposta deste trabalho é entender o processo criativo a partir da encenação Brosogó, Militão e o Diabo, realizada com os discentes do curso de teatro da Universidade Federal da Bahia, apresentando os princípios que foram importantes e característicos para a montagem de uma encenação. Por este viés, o texto apresenta as fases de como cada ação foi desenvolvida, desde a escolha da concepção a partir da Commedia dell’arte; o como pensar a encenação a partir da produção teatral; além de fazer com que os discentes experimentassem as diferentes funções que concernem ao processo criativo de uma montagem cênica. Por isso, este trabalho dá pistas de como montagens cênicas podem ser criadas no ensino superior, no ensino regular ou no ensino não formal.

Palavras-chave: Processo criativo. Encenação. Commedia Dell’arte. Montagem cênica.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/2595034701202019068

Direitos autorais 2019 Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES, DIRETÓRIOS E BASES DE DADOS: