A luz como linguagem nas campanhas dos perfumes Chanel e Tom Ford

Patrícia Kiss

Resumo


O artigo discute o uso da iluminação fotográfica como elemento de discurso e auxiliar na construção da mensagem visual das  campanhas publicitárias de perfumes das marcas Chanel e Tom Ford. Para esse propósito recorreu-se à análise de duas campanhas para os perfumes Chanel número 5 e duas para Tom Ford for men. As campanhas foram analisadas sob o viés da semiótica plástica de Julien Greimas e Jean-Marie Floch e utilizou-se os conceitos de linguagem fotográfica e retórica visual.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais Patrícia Kiss

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png