As tecnologias vestíveis de moda e a relação entre humano e não-humano

Patrícia Sayuri Saga Kitamura Marini

Resumo


O artigo propõe apresentar a afinidade das tecnologias vestíveis de moda, ainda não muito difundido, em relação ao atual contexto tecnológico. A concepção da internet das coisas e o desenvolvimento da comunicação ubíqua, pervasiva e senciente expõem uma visão favorável aos wearable technologies. Da mesma forma que a moda oferece uma relação intrínseca entre roupa e corpo, autores como Bruno Latour, Giselle Beiguelman e André Lemos apontam para um tratamento simétrico das dualidades modernas: físico e virtual, homem e máquina, natureza e cultura e, portanto, humano e não-humano. As mediações e experimentações advindas de uma não purificação destas dicotomias serão capazes de oferecer uma ressignificação ao homem, assim como uma significação para as tecnologias vestíveis de moda.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1982615x10192017117

Direitos autorais Patrícia Sayuri Saga Kitamura Marini

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png