Mi Piacce – análise dos prazeres provocados pelo design de calçados aos usuários com deficiência

Mariana Rachel Roncoletta

Resumo


Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar a Metodologia Mi Piacce desenvolvida para analisar os prazeres provocados pelo design de calçados. Metodologia qualitativa foi aplicada utilizando-se da técnica comparativa entre fontes secundárias e de análises fenomenológicas das entrevistas semi-estruturadas com fontes primárias - cinco profissionais da saúde e nove usuárias com diferença entre membros inferiores – para levantar os principais critérios a serem analisados. Após este levantamento, desenvolveu-se a metodologia qualitativa e quantitativa Mi Piacce e testou-a em quarenta e dois pares de calçados das usuárias entrevistadas; no presente artigo, apresenta-se doze. Concluiu-se que a inconstância desses prazeres provocados pelos mesmos estilos de calçados confirmam a importância da realização de análises holísticas para a detecção dos pontos fortes e fracos de cada projeto e/ou adaptação de calçados. Ao relacionar as esferas dos prazeres com o contexto de vida das usuárias, compreendeu-se que suas vivências interferem na percepção dos prazeres e na inclusão sociocultural.

Palavras-chave: design de calçados, prazeres, deficiências físicas


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1982615x09182016206

Direitos autorais Mariana Rachel Roncoletta

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png