REEDUCAÇÃO SEXUAL: percurso indispensável na formação do/a educador/aSEXUAL RE-EDUCATION: an indispensable route in educator’s education

Mary Neide Damico Figueiró, Heloísa de Oliveira Kawata, Karen Mayumi Nakaya

Resumo


A grande maioria dos estudantes universitários chega à universidade sem ter tido oportunidades de olhar para dentro de si mesma e de repensar seus valores, suas atitudes e sua história de vida. O propósito essencial da pesquisa foi conhecer a história da Educação Sexual e a visão da sexualidade de estudantes universitárias do sexo feminino, com vistas a reavaliar um conjunto de exercícios de autorreflexão que já vem sendo utilizado durante o estágio de Psicologia Escolar. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que usa como método de pesquisa a “história de vida”. A pesquisa, assim como o próprio conjunto de exercícios de autorreflexão, consta de duas etapas: na primeira, as alunas escrevem de forma sigilosa uma redação sobre “Como foi a sua Educação Sexual”; na segunda, respondem a um roteiro de 22 questões, dividido em três fases, que visa a favorecer o aprofundamento da reflexão. Participaram da pesquisa 34 alunas do curso de psicologia da UEL (Universidade Estadual de Londrina). A análise da redação e das questões do roteiro mostrou que, apesar de terem vivido sua adolescência na década de 1980, uma década marcada pela “liberdade sexual”, a visão da sexualidade, construída ao longo da história de vida das estudantes, é, em sua maior parte, marcada pela ausência de uma educação sexual positiva, tanto no lar, quanto na escola. Participar dos exercícios de autorreflexão sobre sexualidade, cumprindo suas várias etapas, tem sido apontado por todas as participantes da pesquisa como uma atividade razoavelmente difícil de cumprir, porém, muito significativa para a formação pessoal. Os resultados encontrados vêm comprovar o que já foi defendido por estudiosos, entre eles, Marcelo Bernardi e Isaura Guimarães, a respeito da necessidade de que as pessoas revejam seus valores, sentimentos e atitudes diante da sexualidade para que possam atuar de forma positiva e humanizadora na área da Educação Sexual. Esta necessidade de reeducar-se sexualmente é, certamente, ainda mais premente quando se trata de profissionais ligados à área da educação e da saúde, tais como Psicologia, Pedagogia, Enfermagem, Medicina, Serviço, entre outras.
Palavras-Chave: Educação sexual. Sexualidade. Formação de professores. História de vida.


Abstract

Most of the university students start university without having had the chance to look inside themselves and re-think their values, attitudes and life history. This research aims at knowing the history of Sexual Education and the view of female university students in relation to sexuality as a way of re-evaluating a group of self-reflection exercises which have been used during the School Psychology internship. It is a qualitative research based on the “life story” research method. The research and self-reflection exercises have two steps: in the first one, the students write a composition, without identification, entitled “How your sexual education happened”. In the second step, they answer a questionnaire (22 questions) divided in three phases, which aim at deepening the reflection. 36 UEL (Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná, Brazil) psychology students participated in the research. The composition and the questionnaire analysis showed that, besides having had their adolescence in the 1980s, a decade marked by its “sexual liberation”, their view on sexuality built throughout their life history is, most of the time, marked by the absence of a positive sexual education, both at home and at school. Taking part in the self-reflection exercises about sexuality, following its various steps, has been seen, according to all the participants, as a reasonably difficult activity to be accomplished, however very meaningful for their personal formation. The results proved what has been defended by researchers as Marcelo Bernardi and Isaura Guimarães, regarding the need for people to re-think their values, feelings and attitudes concerning sexuality, so that they can act in a positive and humanizing way in the sexual education area. Such need for self sexual re-education is certainly even more important when related to professionals in the Education and Health areas such as Psychology, Pedagogy, Nursing, Medicine and Services.
Keywords: Sexual education. Sexuality. Teachers’ education. Life story.          


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com