DECURSOS EDUCATIVOS E CONHECIMENTOS PARA UMA EDUCAÇÃO SEXUAL EMANCIPATÓRIA INTENCIONALEDUCATIONAL PATHS AND KNOWLEDGE FOR AN INTENTIONAL EMANCIPATORY SEXUAL EDUCATION

Graziela Raupp Pereira

Resumo


A escola, enquanto espaço de partilha de conhecimentos, culturas, valores, mudanças e desenvolvimento de competências, pode e deve ser um lugar para educação sexual emancipatória intencional. Conscientemente ou não, no seu movimento diário, a escola exerce influência sobre a sexualidade, seja através de atos de repressão dos atos considerados inadequados, seja através das mais variadas formas, como a omissão de informações e aplicação de seus princípios, valores, preconceitos, mitos e tabus. O presente artigo faz uma reflexão sobre a importância de uma educação sexual emancipatória intencional na formação dos professores, reconhecendo-a como componente fundamental do direito à educação e da reflexão sobre temas da sexualidade humana em meio educacional. Aliada a essas questões, emerge outra, que se refere à prática pedagógica dos professores em Educação Sexual para trabalhar com seus alunos. Todos esses questionamentos estão presentes no dia-a-dia da sala de aula onde os professores se confrontam com a realidade escolar. Neste contexto, um regime de aplicação na formação dos professores relativamente a uma educação sexual emancipatória intencional nas instituições de ensino superior constituirá mais um passo determinante para os jovens, como o direito à informação, a temática da sexualidade.
Palavras-Chave: Formação de professores. Formação inicial e contínua. Conhecimentos. Sexualidade. Educação sexual emancipatória intencional.


Abstract

The school, as a space for sharing knowledge, cultures, values, changes and the development of skills, can and should be a place for intentional emancipatory sexual education. Consciously or not, in its daily routines, the influence of school on sexuality can be seen through acts of repression of acts considered inappropriate, or through various other forms, such as the non-divulgation of information and the application of its principles, values, prejudices, myths and taboos. This article reflects on the importance of intentional emancipatory sexual education in teacher training, and its recognition as a key component of the right to education and reflection on issues of human sexuality in the educational environment. Allied to these other issues emerges another one that concerns the teachers’ pedagogical practice in Sexual Education and the work with their students. All these questions are present in the day-to-day of a classroom where teachers are faced with school reality. In this context, an enforcement regime in teacher training for intentional emancipatory sexual education in institutions of higher education will be another crucial step for young people as a right to information on the issue of sexuality.
Keywords: Teachers’ Training. Initial and Lifelong Training. Knowledge. Sexuality. Intentional Emancipatory Sexual Education.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com