Relatórios de estágio supervisionado e a formação dos professores de música para a educação básica

Manoél Camara Rasslan, Fabiany de Cássia Tavares Silva

Resumo


Este texto apresenta análises iniciais sobre a proposição de estágio obrigatório, registrado em relatórios, aos alunos do Curso de Licenciatura em Música, da Faculdade de Artes, Letras e Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no período de 2014 a 2017. Estágio esse, realizado em escolas da rede pública e/ou privada de Campo Grande, nas três etapas que compõem a educação básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio). O recorte temporal justifica-se por ser posterior à aprovação da Lei 11.769/2008, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, ao tornar a música conteúdo obrigatório na educação básica e, também, por tratar-se de período de vigência da reformulação do Projeto Pedagógico do referido curso. O objetivo das análises está orientado pela observação dos conteúdos das práticas propostas, como tradução da relação entre a objetivação do “professor de música” no espaço escolar e as “práticas de música”, que oferta/constrói para esse espaço. Para tanto, analisamos 230 relatórios, aproximando-nos do campo de escolhas para realização, dados dos planos de aulas propostos e suas seleções de conteúdos. Em conclusão, identificamos equívocos sobre as práticas musicais oferecidas, uma vez que há naturalização das escolhas por conteúdos curriculares próprios das escolas específicas de música (dos conservatórios, por exemplo), e a música permanece como produto autônomo, indiscutível, sem relação com a prática social dos estudantes, abstrata e a-histórica.

Palavras-chave: Currículos. Conhecimentos e aprendizagem. Estágio Obrigatório.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com