Sobre o sentido político do ensino de música na educação escolar: das relações entre a arte e a realidade objetiva

Thiago Xavier de Abreu, Newton Duarte

Resumo


Este artigo tem por objetivo abordar fundamentos teóricos que subsidiem as discussões sobre as implicações políticas do ensino da música na educação escolar. Pretendemos demonstrar que o entendimento das especificidades estéticas da arte e da música como produções humanas é essencial para que se compreenda o sentido político da educação musical. Para tanto, partimos inicialmente da discussão empreendida por Dermeval Saviani sobre as relações entre a educação e a política, que nos esclarece o papel dos conteúdos escolares. Assim, para entender o caráter específico da música como um desses conteúdos, analisamos a arte e a música como reflexos da realidade objetiva, sob a fundamentação da epistemologia e da estética proveniente do materialismo histórico-dialético. Concluímos defendendo que o sentido político do ensino da música deve ser buscado, acima de tudo, nos elementos propriamente musicais e na forma como esses elementos proporcionam uma determinada concepção de mundo ao aluno. Daí, portanto, a necessidade da compreensão das especificidades da música e de sua relação com a realidade objetiva.

Palavras-chave: Educação Musical. Política. Estética Marxista. György Lukács. Pedagogia Histórico-Crítica.

Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com