De jardineira para a jardineira: orientações didático-pedagógicas para a educação pré-primária (Revista do Ensino/RS, 1951-1963)

Maria Helena Camara Bastos

Resumo


O presente artigo analisa a seção “Educação Pré-Primária”, da Revista do Ensino/RS, especialmente a subseção “De Jardineira para a Jardineira”, espécie de lembrete cotidiano à professora de educação infantil, nos anos 1950 e 1960. Além desse tópico, eram publicados textos sobre a educação da criança, modelos de atividades para os alunos (perfuração, alinhavos, dobraduras, modelagem, trançado, jogos), indicação de livros para professores e alunos, planos de aula, relatos de experiência, músicas, peças de teatro, assim como posturas e qualidades que o docente deveria apresentar (decálogos). O estudo permite verificar tanto a presença de um discurso articulado de construção da identidade da professora jardineira, pela sacralização de sua função, como um discurso sobre o jardim de infância como espaço de preparação da criança para o processo de alfabetização na escola primária. Ao privilegiar como fonte e objeto de estudo a imprensa de educação e ensino, o estudo indica sua importância tanto como veículo de produção e circulação de representações da vida educacional e escolar, quanto como dispositivo de formação continuada de professores.

Palavras-chave: Jardim de Infância. Educação de Crianças – História. Educação Pré-Escolar. Professores de Educação Pré-Escolar. Revista do Ensino – Rio Grande do Sul.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com