Discursos sobre o uso das TICs na educação em documentos ibero-americanos

Lívia Cardoso Farias, Rosanne Evangelista Dias

Resumo


Este artigo tem como foco de análise os discursos produzidos e difundidos pelos organismos internacionais que influenciam a definição de políticas curriculares relacionadas à introdução das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no espaço escolar. Para isso, serão aqui analisados os documentos “Metas educativas 2021” (2010), “Miradas sobre la educación” (2011) e “Padrões de competência em TIC para professores: UNESCO” (2008), produzidos, respectivamente, pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e Unesco. Entendemos que mais do que influenciar no aumento da produção de políticas que advogam o uso das TIC nas escolas, esses organismos produzem discursos que relacionam a intensificação do uso de tais tecnologias a uma melhoria da qualidade da educação. Nosso trabalho se orienta pela teoria do discurso de Ernesto Laclau para a análise do conceito de hegemonia e demandas.


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com