A produção da invisibilidade social: um breve debate sobre a emergência das políticas sociais no campo da infância
The production of social invisibility: a brief discussion about the emergence of social policies concerning childhood

Deise Gonçalves Nunes

Resumo


O artigo aborda a emergência das políticas sociais no âmbito da infância dos 0 aos 6 anos, problematizando a questão da visibilidade social dos que delas dependem.  Neste recorte, procura-se demonstrar como as crianças que vivem dentro ou abaixo dos patamares de pobreza têm sua visibilidade afetada por um conjunto de representações que as identificam com as suas condições objetivas e imediatas de vida, transformando-as em problemas sociais.

Precocemente assujeitadas a essa perversa lógica, as crianças pequenas e pobres são tornadas invisíveis na sua condição subjetiva de ser criança e de viver a infância com um tempo de liberdade e de direitos. 

PALAVRAS-CHAVE: Política Social. Infância de 0 a 6 anos. Pobreza. Visibilidade Social.

 

This article analyzes the emergence of social policies concerning care for children from 0 to 6 years old. It focuses on the social visibility upon which these children depend.  The paper seeks to demonstrate how children who live at or below the poverty line have their visibility affected by a set of representations that identify them with their objective and immediate living conditions, transforming them into social problems.

Precociously subjected to this perverse logic, young and poor children are made invisible in their subjective condition as children with childhood as a time of liberty  with rights.

KEY WORDS: Social Policies. Childhood from 0 to 6 years. Poverty. Social Visibility.

 


Texto completo:

PDF


Contato:
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED
Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE
Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi
Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001
(48) (48) 3664-8585
revistalinhas@gmail.com