Antropometria e Morfologia da Orelha Externa Feminina para Projetos de Brincos: revisão bibliográfica

Elisa Strobel do Nascimento, Marcelo Gitirana Gomes Ferreira, Noé Gomes Borges Junior, Susana Cristina Domenech

Resumo


O hábito cultural de usar brincos data da pré-história e está associado a lesões e desconfortos. Todas estruturas da orelha externa variam entre indivíduos, tornando desafiador o projeto de produtos para uso neste local. A literatura técnica oferece guias dimensionais para outras joias, como anéis, pulseiras e colares, contudo o projeto de brincos se ampara em uma representação muito simplificada da orelha, sem guias dimensionais. A falta de embasamento antropométrico é um problema no projeto de qualquer produto e pode resultar em prejuízos e acidentes. Este trabalho sumariza informações e aspectos antropométricos e morfológicos disponibilizados em 39 estudos da área. 


Texto completo:

PDF